Do outro lado


'' Do outro lado da rua me pego pensando, vejo os carros passarem, pessoas me olhando, formigas trabalhando. Percebo que o ciclo da vida continua, sem falta ou qualquer emoção vazia, do outro lado eu olho como sou só um viajante, na verdade todos somos. Quantas pessoas já não sentaram aqui e deixaram o chão quente, tento mudar de pensamento mais volto ao mesmo do começo, como é fácil viver do outro lado , ver o choro, o carinho e o abraço, ver que eu estando ou não aqui tudo continua, tudo vai continuar, tudo vai ficar no seu devido lugar, sem sombras, sem falta ou até mesmo sem amor. A monotonia nós ensinou que e fácil viver sem as pessoas, sem o olhar, que é fácil viver com robôs que estão aqui só para nós agradar, aqui desse lado eu sinto como a vida é vazia, queria que aqui as pessoas olhassem nós olhos e falasse tudo e nosso, tudo pra nós, mais sempre haverá a palavra mais egoísta o eu,é tudo meu. Perco até o sentido das coisas, do errado, do pecado não dito, do abraço não dado, do beijo roubado, da vida sem amor, da ordem do doutor, me perco tentando entender porque tudo acontece sem nem um ou dois porque.Que talvez eu tenha no mínimo 100 historias pra pensar,200 pessoas pra me encontrar,320 frases para dizer, que tudo na vida acontece pra quem sabé entender. Até eu entender tudo que se passa desse lado e de todos os outros lados, vou estar aqui sentada procurando a resposta do sentido do inacabável.''

Ao mesmo tempo.


Um dia todo mundo vai acordar e ver que mudou, mesmo que ninguém note essa sua mudança você ira ver . Você ainda tem o mesmo corte de cabelo, o mesmo modo de falar, os mesmo amigos, tudo ainda esta no seu lugar, mais você ira perceber que lá dentro algo esta diferente, suas emoções não são as mesma. Você se senta e olha tudo ao seu redor se senti perdida e ao mesmo tempo calma, você gosta da chuva, dos dias nublados, dias na praia com o violão na mão, agora você gosta mais de estar com você mesma, poucas pessoas a encantam, seus gostos são os mesmo, mais algo mudou e só você sabe. Um dia você acorda e percebe que você não é mais a mesma, e que isso te faz bem.

Saiba que ,


Em todo lugar que me encontro me perco por você , queria que soubesse que no meu mundo um troço qualquer morreu, que o meu desgosto é tão profundo que nada sobre entre você e eu. Me acostumo tão rápido com o fato de não te ter mais, e ao mesmo tempo sei a falta que você me faz. Não me resta nem uma lembrança sua ,palavras se perderam tão rápido a minha mente, se você voltar talvez seja melhor nem me procurar, mais se quiser sempre vou estar naquele lugar pra bater um papo, dizer mentiras , fazer promessas, pode até me tirar a vida, com a promessa de que eu fique com sua.
Só queria que soubesse que hoje estou feliz e nem foi por você , acho que nem mesmo por mim foi a rotina dos meus dias que me acostumou assim.

Ariela Venâncio. Tecnologia do Blogger.

Agora, Aqui !

--------------

"Publicar um texto é um jeito educado de dizer “me empresta seu peito porque a dor não está cabendo só no meu.”

(Tati Bernardi)



De encontro.

Os Viciosos do Circulo.

- Siga-me por email