E nada existe.


Vejo em todo lado, em todos os pedaços.Te vejo na rua, na calçada, na esquina,te vejo no meu quarto, no meu abraço, não sei se procuro ou se me escondo, se talvez exista, mal possa querer
não sei se falo ou se deixo sem assunto, se for real espero então te ter.
Não sei se é meu medo, em seus beijos talvez não flui, não absorve, talvez seja
segredo ou até a morte. Se for o tédio se acostume, ele é fardo, ele é cego o mal que cure.
Não sei se paro ou continuo só sei que vejo o medo nos seus segredos.

Meus versos.


E tudo se resumo em um simples coração, que quando eu
precisava sempre me estendeu a mão, hoje eu senti que posso tudo ao teu lado, se rimos ou se chorarmos eu te juro que sempre, sempre vão ser eternizados, e meus versos são escritos pra você, é complicado é difícil de entender, procurei nas estrelas a mais bela que eu vi pra lembrar
dos instantes que ainda não me esqueci, e no meio de tantas pessoas só do teu lado quero ficar, não entendo que eu ainda não saiba amar. Vou deixar a porta aberta, se quiser é só entrar. E se lágrimas caírem lembre-se do nosso violão ele serve tão bem, quanto eu e essa canção,
e nem o mar, as águas e oceanos, foram tão fortes do que te ver chorar, mais meus versos ainda não dizem o que quero falar. E se lágrimas caírem lembre-se do nosso violão ele serve tão bem, quanto eu e essa canção. E se nada disse adiantar venha até a mim que com meus versos juntas aprendemos a amar.


Apesar.


Odeio não entender o motivo disso tudo, odeio chorar quando me falam não, e sempre acabo entendendo que nada disse tem razão,odeio ver que ninguém esta perto o bastante pra me amar, odeio perceber que adoro o pecado, odeio ver que você nunca esta aqui, odeio quando eu fico sozinha o bastante pra perceber que sou triste, e ter a certeza que a culpa é toda minha, juro que odeio ver que estou sozinha. Odeio não saber o que o destino traça pra mim, odeio não me conhecer mais, mais tenho quase certeza de que não trocaria de vida, tenho quase certeza.

A falta


Falta do tempo
Do ar
Das pessoas
Do amor
Da vida
Dos sentimentos
Da angustia
Da liberdade
Dos sonhos
Da alegria
Da verdade
De tudo que não faz sentido
A Falta de mim mesma.

Fácil.


Porque pra mim seria tão mais fácil , não viver as coisas inúteis da vida.
Tentar esquecer qualquer passado mal acabo
Viver de frutos bem conservados
Ser o melhor do pecado.


Pra mim seria bem mais fácil, querer cassia eller do meu lado
Voltar no tempo, mortificar o passado
Ser dona do olhos de alguém,
Construir historias com amor bem moderado.

Seria bem mais fácil se tudo fosse assim
Se eu pudesse amanhecer num lindo jardim,
Se você estivesse do meu lado com flores de jasmim
Se tivesse um mundo meu, seria mais fácil se fosse assim.
Porque pra mim seria mais fácil, se eu pudesse governa o tempo
Se o vento fosse menos rateiro
Se eu pudesse te entregar o meu mundo, todo modificado
Porque pra mim tudo seria mais fácil se eu pudesse criar um mundo encantado.
________________________________________________________
Tente fazer poesia saiu isso ai (:

Ariela Venâncio. Tecnologia do Blogger.

Agora, Aqui !

--------------

"Publicar um texto é um jeito educado de dizer “me empresta seu peito porque a dor não está cabendo só no meu.”

(Tati Bernardi)



De encontro.

Os Viciosos do Circulo.

- Siga-me por email