Are you sure?

- Chorar resolve? Resolve se eu beber até cair? Resolve se eu arrancar meu coração e o colocar numa geladeira? Pegar uma caixa e a recolocar no lugar? Alguém ai sabe do que eu digo?
Vou tentar lhes explicar, quando se tem algo instalado entre a garganta e o coração, as coisas começam a perder o sentido, esta tudo ali querendo sair, saia! saia!
Mas não a vida insiste em deixar tudo o que faz bem e mal no mesmo lugar, e não importa os porquê, porque ou por que, eles não iram responder o que eu tento explicar, sera que essas palavras conseguem fazer com que você sinta?
E o que tem de errado? Errar faz bem ás vezes para aprendermos, mas não me sinto bem, me sinto come se eu estivesse no chão, jogada, e alguém pisasse sobre meu peito com salto alto, e eu só escuta-se os gritos e barulhos de algo quebrando aqui dentro, a dor é insuportável, e você tem a todo momento que limpar os olhos para não embasar a visão já tão míope.
Ninguém me ajuda a levantar, me deixam jogada no chão, talvez eu mereça. A sensação não te mata, te deixa viva, olhe o cômico do mundo, a vida te joga, ela brinca comigo, '' É para você aprender'' alguém diz. Aprender o que? Que a felicidade esta mais distante do que se imagina, eu não quero morrer esperando, quero estar aqui de pé quando isso acontecer...


(Ouvindo: The Sacrament)

0 Rabiscos de Outros:

Postar um comentário

Ariela Venâncio. Tecnologia do Blogger.

Agora, Aqui !

--------------

"Publicar um texto é um jeito educado de dizer “me empresta seu peito porque a dor não está cabendo só no meu.”

(Tati Bernardi)



De encontro.

Os Viciosos do Circulo.

- Siga-me por email