Sensações


Sentir nada sentir tudo.
Andar de madrugada sem sair de casa.
sentir o vento e achar meio inserto,
viver de sonhos e amar a ilusão.
Gostar do pecado da falta de espaço, achar tudo um
tédio esquecer o resto. Não amar sentir-se sozinha
achar normal gostar do surreal, fingir mentir pensar agradar.
Esconder historias dizer não odiar, falar que foi fácil
e descobrir o improvável, acreditar nos outros achar tudo
uma conversa de tolos, estar fora do mundo tentar
acreditar, saber que foi o vento que não a ensinou a amar.


0 Rabiscos de Outros:

Postar um comentário

Ariela Venâncio. Tecnologia do Blogger.

Agora, Aqui !

--------------

"Publicar um texto é um jeito educado de dizer “me empresta seu peito porque a dor não está cabendo só no meu.”

(Tati Bernardi)



De encontro.

Os Viciosos do Circulo.

- Siga-me por email