Merecida a minha amada.

A sinceridade foi perdida
Em meio aos cinzeiros da vida
Tenho pele, tenho osso
Mais juro que falta um coração...

E não tem mais rima
Que tire o tédio do lado
De trás, de frente
Tanto faz...

Não é preciso que minta
Mais não me fale a verdade
Não me diga adeus
Não me diga que vai embora...

Machuca alguma coisa na alma
Já que coração me falta
Não tem motivo para ter chuva quente
Nem mesmo pra esse vazio.

Vamos ?
Recomeçar ?
- Não me esqueça...
-Vou embora...

E me deixou sem ao menos...
Sem ao menos ficar
Aqui por segundos
Volte, antes que eu perca o ar...

A falta de sono um dia vai me matar...

- Ouvindo: Maria gadú - Caleidoscópio.

0 Rabiscos de Outros:

Postar um comentário

Ariela Venâncio. Tecnologia do Blogger.

Agora, Aqui !

--------------

"Publicar um texto é um jeito educado de dizer “me empresta seu peito porque a dor não está cabendo só no meu.”

(Tati Bernardi)



De encontro.

Os Viciosos do Circulo.

- Siga-me por email